Procedimentos na face

Blefaroplastia: Cirurgia realizada nas pálpebras para a correção dos excessos das bolsas palpebrais (realizado em qualquer idade acima dos 20 anos), excessos de pele e em alguns casos de músculo (normalmente acima dos 40 anos), tanto no homem ou na mulher. Este tipo de procedimento não corrige os pés-de-galinha. Tempo de permanência hospitalar curto. O pós-operatório apresenta-se com edema (inchaço), equimose (arroxeado), que desaparecem após alguns dias. Os pontos são retirados com no máximo 5 dias. Pode-se após 7 dias usar maquiagem.

Lifting temporal: O lifting temporal tem por objetivo o reposicionamento dos supercílios e a correção dos pés-de-galinha. Indicado normalmente após os 40 anos. Comumente associado à blefaroplastia, traz um ganho enorme no resultado obtido, oferecendo um rejuvenescimento bonito e a recuperação na expressão do olhar, perdida com o envelhecimento. Os pontos são retirados no período de 10 a 14 dias. Edema e equimose podem estar presentes. Normalmente o paciente apresenta diminuição da sensibilidade na região frontal (testa) por alguns meses. Banho geral, com limpeza dos cabelos, poderá ser realizado após 24h.

Lifting frontal: Similar ao lifting temporal, porém com uma incisão mais ampla. Utilizado para a melhora de rugas frontais (na testa) e glabelares (entre os supercílios) e rugas no dorso nasal.

Lifting facial e cervical: Procedimento que tem como finalidade recuperar a feição mais jovial do paciente, sem que leve a uma alteração das características do mesmo, corrigindo-se as sobras cutâneas (de pele), adiposas (de gordura) e reposicionamento da musculatura, obtendo-se assim uma expressão mais natural. Indicado geralmente após os 45 anos, pode ser realizado em ambos os sexos. Curativo oclusivo por 24-48 h. Presença de equimose e edema por 8 a 15 dias. Alteração da sensibilidade por um determinado período. A drenagem linfática pode ser eficaz, favorecendo uma absorção mais rápida do edema.

Rinoplastia: Procedimento ímpar e delicado que, para sua execução, deve levar em consideração as estruturas faciais, as características físicas do paciente, o sexo e suas características de perfil (perfiloplastia). Assim, pode-se corrigir uma ponta nasal caída, muito alta, que cai quando se fala, gordinha (bulbosa), um dorso alto ou largo, desviado (laterorrinia), narinas abertas. A sensação de dormência e de cheiros fortes e não agradáveis permanecem por alguns meses. Edema importante e endurecimento da ponta do nariz estão presentes e desaparecem após 10-12 meses.

Otoplastia: Procedimento que visa a correção das orelhas proeminentes ou em abano. A cirurgia deve ser realizada após o término do desenvolvimento da orelha, o que se consegue após os 6 anos de vida e sem idade limite. Após os 6 anos de vida contamos também com um grande amadurecimento da criança, proporcionando assim mais segurança na cirurgia. Apresenta um tempo de permanência hospitalar curto. Realizamos um grande curativo por 24h no intuito de proteger a orelha e mantê-la na posição determinada. No dia seguinte é retirado este curativo e utiliza-se uma faixa sobre as orelhas por 21 dias. As orelhas apresentam-se inchadas, arroxeadas e doloridas por um certo período, de aproximadamente 30 dias, apresentado aspecto bem natural após este período. Os pontos são retirados após 14 dias.