Membros Inferiores

Lifting de coxas: Indicado para grandes sobras de pele ou ao se aspirar a gordura excedente haverá sobra da pele. O tempo de internação vai de 24-48h. Normalmente não traz grandes dolorimentos, mas sim um edema, fibrose e equimoses, que desaparecem após 30-60 dias. A utilização de cintas longas ou meias-calça compressivas são fundamentais no alívio dos sintomas e na modelagem do resultado. Os pontos são retirados em torno de 14-21 dias. A volta da sensibilidade se faz após alguns meses.

Aumento das panturrilhas: Como nos glúteos podemos lançar mão da gordura, materiais aloplásticos ou do uso de próteses. Indicada na correção da hipoplasia (pequeno desenvolvimento), na correção de seqüelas por traumas nas pernas ou de paralisias. Apresenta desconforto leve, mas traz um edema que por vezes persiste por 2 meses, sendo aliviado com o uso de meias compressivas e sapatos com um pequeno salto.

Lifting de glúteos: O lifting de glúteos é indicado quando há uma grande ptose (queda) dos glúteos, levando a uma perda do contorno dos glúteos na sua porção inferior. Tempo de internação 24-48h. Com leve dolorimento, edema (inchaço) e equimose (arroxeado) presentes, o maior incômodo neste procedimento é a restrição para sentar, proibida por 15 dias, devendo o paciente adotar as posições “de pé” (ortostática) ou “deitada” (decúbito). Afastamento de atividades esportivas e do sol por 2 meses, usando-se cintas compressivas.

Gluteoplastia de aumento: Aqui podemos lançar mão de 3 procedimentos: o enxerto de gordura (lipoenxertia), a inclusão de próteses ou uso de materiais aloplásticos. Indicado quando há uma pequena projeção dos glúteos ou na presença de depressões ou assimetrias.

Lipoenxertia: Talvez de melhor resultado, pois se utiliza materiais próprios do paciente, onde se consegue aumentar qualquer área do quadril, sem a possibilidade de rejeição. Contudo, só é realizada junto a uma lipoaspiração, pois necessitamos retirar o material em outra área (área doadora). Por isso, em pacientes muito magras, sem gordura sobrante, não é possível realizá-la. Mesma evolução de uma lipoaspiração. Lembrando-se que existe a possibilidade de absorção dessa gordura transplantada.

Utilização de materiais aloplásticos: Através de materiais modernos e de muita segurança, oferece uma boa alternativa no aumento dos glúteos em contrapartida à utilização de próteses. Realizado em sessões com intervalo de 30 dias (por segurança não se deve realizar grandes aumentos em um mesmo procedimento), apresenta limitação do aumento. Apresenta recuperação rápida, com um leve dolorimento por algumas horas, e um pequeno inchaço que desaparece por 30 dias, mas pode apresentar pequenos nódulos endurecidos. Restrição quanto a atividades esportivas por 7 dias e utilização de curativos de micropores em igual período.

Inclusão de próteses: Procedemos ao aumento dos glúteos utilizando-se próteses de silicone. De grande evolução nos últimos anos, consegue oferecer um bom resultado de forma natural e segura. Indicada para pacientes magras, com pequeno volume dos glúteos, ou para qualquer paciente que deseje apenas o aumento dos glúteos. O tempo de internação vai de 1-5 dias, dependendo da dor. Para se evitar um deslocamento das próteses ou ruptura dos pontos o paciente deve evitar se sentar por 15-30 dias, não praticar esportes e usar cintas compressivas. Deve-se lembrar que por serem utilizadas próteses, há a necessidade no futuro de troca das mesmas.